Porto de Imbituba exporta 3,6 mil bois vivos para a Turquia

O Porto de Imbituba é o único em Santa Catarina que opera a exportação de cargas vivas. O primeiro lote de terneiros foi embarcado em maio de 2016.

O Porto de Imbituba teve o registro de 3.596 cabeças de gado embarcadas no cais três, no navio Ocean Shearer, especializado no transporte do animal. A exportação tem como destino o Porto de Iskenderun, localizado na costa mediterrânea da Turquia. O país é hoje o maior importador de bois em pé do Brasil. O tempo estimado de navegação até o desembarque é de 17 dias, com escala na Espanha para reabastecer a ração dos animais.

A empresa Wilson Sons agenciou o navio e a empresa Simetria foi a responsável pela operação. O embarque durou 9h30 e foi acompanhado pela SCPar Porto de Imbituba, Autoridade Portuária e pelos órgãos intervenientes, tais como Polícia Federal, Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e Unidade de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro).

O diretor da Simetria, Antônio Guimarães Neto, analisa que esta operação é extremamente vantajosa para Santa Catarina. “Estes embarques de gado que vêm sendo feitos em Imbituba nos últimos dois anos injetam diretamente na economia catarinense entre R$ 8 milhões e R$ 12 milhões em um período de 60 dias, já que todos os terneiros, rações e silagem são comprados dentro do Estado, geralmente de pequenos produtores”, afirma.

Já foram embarcados este ano em Imbituba, aproximadamente, 8,6 mil bois vivos com destino ao país euro-asiático. O Porto de Imbituba é o único em Santa Catarina que opera a exportação de cargas vivas. O primeiro lote de terneiros foi embarcado em maio de 2016.

Por: José Luiz Madeira | Voz Livre
Fonte: Diário do Sul