HST recebe 1600 pessoas durante quatro dias de mutirão

O mutirão é uma parceria com a Secretaria de Saúde do Estado e já realizou mais de 20 mil cirurgias por toda Santa Catarina.

Aproximadamente 1600 pessoas, entre pacientes e acompanhantes, participaram dos quatro dias da segunda edição do Mutirão de Cirurgias de Cataratas do HST, que aconteceu entre os dias 4 e 7 de abril e que realizou mais de 750 procedimentos.

O HST preparou uma estrutura externa para receber pacientes e acompanhantes de 24 municípios da região sul.

“Nosso objetivo não foi apenas receber bem todas essas pessoas, mais oferecer um atendimento humanizado, com bastante dedicação, carinho e receptividade. Uma das bandeiras desta gestão. A diretoria estende ainda um agradecimento especial a todos os seus colaboradores pela dedicação e comprometimento desempenhados”, ressalta o presidente, Pedro Michels Neto.

Além dos pacientes do mutirão, seguiram normalmente os atendimentos de urgência e emergência.

“Este foi um grande desafio para toda equipe do HST. Atender com qualidade os mais de 1600 pacientes e acompanhantes do mutirão e manter toda qualidade dos serviços de urgência e emergência”, completou o diretor geral, Vitor Abitante.
As cirurgias aconteceram durante todo o dia, sempre completadas pelos retornos no dia seguinte.

“Dessa forma, o hospital recebeu diariamente uma média de 800 pessoas, sendo 200 pacientes para realização de procedimentos e 200 pacientes para retorno, dobrando essa quantidade, quando se inclui todos os acompanhantes”, salienta o diretor técnico José Nazareno Goulart Junior.

No mesmo dia, são realizadas consultas, avaliações e cirurgias dos pacientes. Entre os municípios atendidos estiveram: Armazém, Braço do Norte, Capivari de Baixo, Grão Pará, Gravatal, Imaruí, Imbituba, Jaguaruna, Laguna, Lauro Muller, Nova Veneza, Pedras Grandes, Pescaria Brava, Rio Fortuna, Sangão, Santa Rosa de Lima, São Ludgero, São Martinho, Siderópolis, Treviso, Treze de Maio, Urussanga e Tubarão.

“A equipe do HST está de parabéns. Foram dias de muito trabalho, mas grandes recompensas. Ver a alegria no rosto das pessoas que voltaram a enxergar não tem preço”, destaca a enfermeira responsável pelo mutirão, Maiara Wessiling Ghizoni.

Os pacientes foram recebidos pela equipe do HST a partir das 5h30min da manhã, cadastrados e encaminhados à cirurgia.

Uma equipe de profissionais contratados do Estado, realizou os procedimentos. Além de toda estrutura, o hospital ainda ofereceu café da manhã a todos os pacientes e refeições para aqueles que permaneceram por mais tempo dentro da Unidade de Saúde.

Fonte: Comunicação HST