Conselho Tutelar de São Ludgero cobra solução da prefeitura por superlotação dos ônibus escolares

Conscientização das famílias pode contribuir para que alunos não fiquem sem transporte público escolar em São Ludgero.

Com o objetivo do transporte público escolar em São Ludgero continuar beneficiando alunos que residem a menos de três quilômetros das instituições de ensino, uma importante reunião foi realizada entre representantes da Administração Municipal e membros do Conselho Tutelar.

O tema é delicado e vários pontos foram abordados entre os participantes da reunião. A legislação determina que o transporte público escolar seja oferecido aos alunos que precisam deslocar mais de três quilômetros da residência até a instituição de ensino.

De um lado está o Conselho Tutelar de São Ludgero cobrando da Prefeitura Municipal solução diante da superlotação, baseado em denúncias recebidas, e do outro lado a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes entendendo que é melhor um pouco mais de alunos nos ônibus, beneficiando aqueles que moram a menos de três quilômetros, do que enfrentarem os riscos do trânsito.

Ao final da reunião, ficou estabelecido entre a Administração Municipal e o Conselho Tutelar que um trabalho de conscientização nas escolas junto às famílias de alunos maiores, que residem a menos de três quilômetros, será realizado, com a finalidade que façam o trajeto a pé ou que os pais levem, oportunizando assim menor número de alunos utilizando o transporte público e priorizando os alunos menores.

Para o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, a esperança é que a conscientização traga resultado positivo. “Eu na condição de gestor municipal não quero chegar ao ponto de impedir que alunos, principalmente, menores que residem a menos de três quilômetros, deixem de utilizar o transporte público escolar”, enfatiza.

Ele completa que se a Administração Municipal oferecer apenas o transporte escolar para alunos a mais de três quilômetros, cairá em muito o volume de transportados.
“Meu olhar é mais humano, tentando levar em consideração a segurança de alunos e a situação de muitos pais que não podem levar e buscar seus filhos, diante do trabalho e questões de horários. É fato que alguns ônibus ficam cheios quando já estão próximos das escolas”, enfatiza o prefeito Iba.

Além do prefeito Iba, participaram da reunião a Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Sirlene Machado Cunha Joaquim, e as conselheiras Ariely Mattos e Irene Kuhnen Wessler.

Por: José Luiz Medeira | Voz Livre
Fonte: Assessoria de Comunicação Município de São Ludgero