Comitiva de Capivari de Baixo conhece funcionamento do projeto de Proteção Animal de São Ludgero

A prefeita Márcia Roberg Cargnin, a chefe de gabinete Maria Lúcia Barcelos, a coordenadora da assessoria de bem-estar animal Gislene Aparecida Agostinho e o coordenador de comunicação Álvaro Dalmagro formaram a comitiva do município de Capivari de Baixo que esteve em São Ludgero na tarde de ontem, quinta-feira, 29 de junho, para conhecer o funcionamento do projeto de Proteção Animal que já funciona há vários anos na cidade com ótimos resultados.

A recepção foi feita pelo prefeito Ibaneis Lembeck, a secretária da saúde Morgana Rech da Silva e a profissional da Vigilância em Saúde e responsável pelo setor de bem-estar animal Bruna Catia Damian Serafim.

Os visitantes receberam todas as informações desde o início dos trabalhos, as dificuldades, as superações, e os resultados obtidos até o momento. O funcionamento do chipamento, da castração, questão de legislação, o apoio financeiro da Administração Municipal, a cooperação técnica com o Centro Universitário Barriga Verde (Unibave) e participação de voluntários, ongs, parceiros e a parceria com a Associação de Proteção Animal (Apa) também fizeram parte da explanação e conversa.

A secretária da Saúde, Morgana Rech da Silva, e o prefeito de São Ludgero, Ibanies Lembeck, o Iba, ressaltam a importância da troca de experiências entre as cidades. “São Ludgero também busca projetos eficientes que possam ser implantados. Seguimos à disposição e trabalhando para que o projeto continue gerando bons frutos para a coletividade, as pessoas e os animais. Esperamos que o trabalho realizado em nossa cidade possa contribuir com Capivari de Baixo”, ressalta.

Em São Ludgero o chipamento é obrigatório e tem como base legal a Lei Complementar nº 224/2018. Os objetivos são contribuir com a saúde preventiva da população, segurança dos animais e reduzir o número de cães e gatos abandonados pela cidade.
Ao longo dos últimos anos o município já recebeu inúmeras comitivas de vários municípios de Santa Catarina para conhecer como funciona na prática o projeto.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Comunicação Município de São Ludgero
Foto: Bertoldo Kirchner Weber/Assessor de Comunicação Município de São Ludgero