Câmara de Criciúma aprecia moção de repúdio por aumento na fatura da Casan nesta segunda-feira

Consumidores tem reajuste de 16,08% nas tarifas a partir deste mês.

Três moções estão na pauta desta segunda-feira, dia 10, na Câmara de Vereadores de Criciúma. Uma delas é a moção de repúdio pelo aumento de 16,08% nas tarifas dos consumidores da Casan. A proposta é do vereador Salésio Lima.

Um trecho do documento apreciado pelos parlamentares diz que o reajuste “vai impactar negativamente no planejamento orçamentário de todos os catarinenses, sejam eles, residenciais ou empresariais, pois este percentual não está de acordo com os índices de aumento do salário mínimo e da inflação dos últimos doze meses, que ficaram em 6,97% e 3,69%, respectivamente”.

A moção de repúdio, se aprovada pelo Legislativo será encaminhada ao presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), à Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (ARIS), à Agência Intermunicipal de Regulação de Serviços Públicos (AGIR), ao Consórcio Intermunicipal de Saneamento Ambiental (CISAM-Sul) e, ao governador do Estado de Santa Catarina.

Na última terça-feira, dia 4, representantes do Cisam-Sul participaram da Tribuna Livre da sessão ordinária da Câmara Municipal. Na ocasião eles fizeram esclarecimentos aos vereadores e revelaram que a Casan chegou a pedir 26% de reajuste na fatura de água e esgoto.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Engeplus
Foto: Divulgação / Câmara de Vereadores de Criciúma