Home Blog

Lula vai vetar proibição a presos de visitarem familiares

Informação é do ministro Lewandowski durante entrevista à imprensa.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, anunciou há pouco que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai vetar um único ponto do projeto de lei (PL) que acaba com as saídas temporárias de presos em feriados e datas comemorativas.

Durante entrevista à imprensa realizada no Palácio do Planalto, o ministro adiantou que o presidente vai vetar o trecho do PL que impede as saídas de presos em regime semiaberto para visitarem suas famílias. Segundo Lewandowski, o restante da lei será mantido.

“Entendemos que a proibição de visitas às famílias dos presos que já se encontram no regime semiaberto atenta contra valores fundamentais da Constituição”, justificou o ministro.

O projeto já passou pelo Senado e foi aprovado pela Câmara dos Deputados no mês passado. O prazo para sanção ou veto da Presidência da República termina nesta quinta-feira (11).

Pela legislação atual, os detentos têm direito de deixar o presídio por cinco dias para visitar a família em feriados, estudar fora ou participar de atividades de ressocialização.

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Agência Brasil – Brasília

Câmara decide manter prisão de deputado Chiquinho Brazão

Foram 277 votos a favor, 129 contra e 28 abstenções.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (10) o parecer que determina a manutenção da prisão do deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ). Em votação no plenário da Casa, 277 deputados votaram a favor e 129 votaram contra, além de 28 abstenções. Eram necessários 257 votos para manter a prisão, a maioria absoluta dos membros da Câmara.

O deputado é acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista, Anderson Gomes, no dia 14 de março de 2018, no Rio de Janeiro. Brazão foi preso por obstrução de Justiça no dia 24 de março, por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

A decisão foi confirmada por unanimidade pela Primeira Turma do STF, que também determinou a prisão do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro Domingos Brazão e do delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro Rivaldo Barbosa. Os três são investigados por envolvimento no homicídio de Marielle e Anderson.

De acordo com a Constituição Federal, quando um parlamentar federal é preso, o fato deve ser comunicado à respectiva Casa Legislativa para que se manifeste sobre a manutenção da ordem ou sua revogação. Atualmente, o deputado está detido no presídio federal de Campo Grande (MS).

Na tarde de hoje, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou por 39 votos a 25 o parecer do deputado Darci de Matos (PSD-SC), que pede a manutenção da prisão do deputado.

Mais cedo, o Conselho de Ética da Casa instaurou processo que poderá levar à cassação do mandato de Chiquinho Brazão.

Ao final da votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), informou que a decisão será comunicada ao Supremo Tribunal Federal.

Constituição

Em seu parecer, o deputado Darci de Matos lembrou que a Constituição Federal admite a possibilidade de prisão de parlamentares, desde que atendidos requisitos como a flagrância e a inafiançabilidade do crime que ensejou a prisão. “Entendo que as prerrogativas dos parlamentares são para proteger a sua atuação. Não podemos admitir que se utilize a imunidade parlamentar como escudo para a prática de crimes”, disse.

O advogado de defesa de Chiquinho Brazão, Cleber Lopes, disse que a decisão da CCJ foi alicerçada em considerações de mérito, sobre uma eventual culpabilidade do parlamentar. Ele argumentou que a Constituição Federal é categórica ao determinar que o parlamentar só pode ser preso em flagrante delito e por crime inafiançável, e esse não é o caso do deputado Brazão. “Não há prisão em flagrante. Nós temos uma prisão preventiva decretada ao arrepio da Constituição da república”, disse.

Ele também alegou a falta de competência do STF para julgar a questão, já que os atos ocorreram antes da eleição de Brazão como deputado federal. Na época da morte de Marielle, ele era vereador na cidade do Rio.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Sabrina Craide – Repórter da Agência Brasil – Brasília
Foto: Lula Marques/ Agência Brasil

Sábado, 13 de abril, é dia “D vacinação” contra a Gripe

Sábado, 13 de abril, das 8 às 17 horas, sem fechar ao meio dia, é dia D vacinação contra a Gripe.

A Sala de Vacinas na Unidade de Saúde Sezefredo Philippi (Margem Esquerda) funcionará das 8 às 17 horas sem fechar ao meio dia. Haverá brinquedos infláveis para as crianças.

Em São Ludgero acontecerá na Sala de Vacinas na Unidade de Saúde Sezefredo Philippi (Margem Esquerda) com duas equipes atendendo à população. No local, também haverá brinquedos infláveis para as crianças.

A vacina contra a gripe oferecida na rede pública de saúde é a trivalente. Ela protege contra os principais vírus influenza em circulação no Brasil, que são a influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e o vírus influenza B. Crianças que vão receber a vacina pela primeira vez devem tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

A equipe da Saúde de São Ludgero tem como meta estabelecida pelo Ministério da Saúde e o Governo do Estado de Santa Catarina vacinar 4.345 pessoas dos grupos prioritários. A maioria são pessoas da terceira idade com 60 anos ou mais, seguido de crianças de 2 a 6 anos e de pessoas com deficiência permanente.

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é de alta transmissibilidade. A vacinação da gripe foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações em 1999 com o propósito de reduzir internações, complicações e óbitos. A vacina é considerada a melhor estratégia de prevenção contra a influenza e possui capacidade de promover imunidade durante o período de maior circulação do vírus.

A imunização contra Gripe em São Ludgero iniciou no dia 26 de março e segue até o dia 31 de maio. Com o objetivo de facilitar o acesso das pessoas integrantes dos grupos prioritários a vacinação foi descentralizada e acontece em duas unidades de saúde. As pessoas podem receber a vacina na Sala de Vacinas na Unidade de Saúde Sezefredo Philippi (Margem Esquerda) de segunda a sexta-feira, salvo feriados, das 7 às 18h30min, e na Unidade de Saúde Ardelir Cardoso Mattei (Encosta do Sol) das 14 às 17 horas.

Saiba quais os grupos prioritários a serem vacinados:

  • * Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
  • * Trabalhadores da saúde;
  • * Gestantes e puérperas (mães até 45 após o parto);
  • * Professores do ensino básico e superior;
  • * Povos indígenas e quilombolas;
  • * Idosos com 60 anos ou mais de idade;
  • * Pessoas em situação de rua;
  • * Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
  • * Profissionais das Forças Armadas;
  • * Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade;
  • * Pessoas com deficiência permanente;
  • * Caminhoneiros;
  • * Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
  • * Trabalhadores Portuários;
  • * População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.


Por: Portal Voz Livre

Fonte: Sulinfoco
Foto: Divulgação

Doutores da Alegria visitam pacientes acamados em São Ludgero

Os objetivos são levar alegria e mais humanização. Contou com a parceria da Secretaria da Saúde.

Com os objetivos de levar alegria e mais humanização, os integrantes do Grupo Doutores da Alegria, criado em Braço do Norte no ano de 2018, acompanhados por profissionais da Secretaria da Saúde, visitaram alguns pacientes acamados em São Ludgero.

Durante as visitas aconteceram orações, conversas, cantos, entregas de lembranças e também a prática de ouvir os pacientes. A proposta do grupo é levar alegria e amor onde existe tristeza e dor. A maior retribuição, segundo os integrantes, é conseguir sorrisos das pessoas visitadas que estão passando por momentos difíceis.

O grupo já conta com 30 integrantes voluntários que estão sub-divididos em 4 grupos, pessoas de diversas áreas profissionais a exemplo de professores, engenheiros, analistas, empreendedores, supervisores de indústrias entre outros. As visitas acontecem semanalmente aos pacientes do Hospital Santa Teresinha. “Nosso objetivo é similar a outros grupos que foram criados e felizes estamos por estar dando certo. Estamos conseguindo fazer com que as pessoas em situação difícil voltem a sorrir e esqueçam um pouco da situação que estão passando, enfrentando”, pontuam alguns integrantes do grupo.

 

Por: Portal Voz Livre
Colaboração e Foto: Bertoldo Kirchner Weber/Assessor de Comunicação Município de São Ludgero

Mega operação é deflagrada no Sul do país para desarticular aliança entre facções gaúcha e catarinense

Nesta quarta-feira, 10, por volta das 5h30, a 2ª Delegacia de Repressão ao Narcotráfico, em conjunto com as polícias civis dos Estados de Santa Catarina, Paraná , São Paulo e Ministério da Justiça e Segurança Pública deflagraram a operação Squadrone , cumprindo 31 mandados de prisão, 43 de busca e apreensão, 26 bloqueios de contas bancárias e 4 ordens de restrições veiculares em quatro Estados e 21 municípios.

Entre os presos, está um traficante português, que atualmente cumpre pena na Europa (região do Vale do Souza/Portugal).

Estão sendo executadas ao total 104 medidas cautelares de prisões temporárias, buscas e apreensões domiciliares e bloqueios de contas bancárias.

A ação visa combater os delitos de tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de armas de fogo e comércio irregular de munições e armas de fogo.

Os mandados de prisão estão sendo cumpridos, simultaneamente, nos quatro Estados (RS/SC/PR e SP), nos municípios gaúchos de Cachoeirinha, Canoas, Gravataí, Triunfo, Sapucaia do Sul e Rio Grande; em Santa Catarina nos municípios de Balneário Arroio do Silva, Balneário Rincão, Balneário Camboriú, Criciúma, Içara, Itajaí, Itapema, Joinville, Navegantes, Penha e Tubarão; Nos municípios paranaenses de Foz do Iguaçu e São Miguel do Iguaçu; Em São Paulo nas cidades de Ribeirão Preto e Itaquaquecetuba.

Participam da operação cerca de 100 policiais civis do Denarc/RS, em conjunto com aproximadamente 90 policiais civis de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

A ação é coordenada pelo Delegado Rafael Delvalhas Liedtke, com suporte do projeto I.M.P.U.L.S.E. da Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência/Ministério da Justiça (DIOPI), em ação conjunta com as Polícias Civis dos Estados de SC, PR e SP.

De acordo com o Delegado Liedtke (2° Din/Denarc/RS), as investigações iniciaram há mais de quinze meses, oportunidade em que os policiais civis da Delegacia Especializada prenderam em flagrante um casal (um homem com antecedentes policiais no Estado de Santa Catarina e uma mulher paranaense, menor de idade) comercializando tijolos de crack no Bairro Intercap, em Porto Alegre.

A partir dessa diligência, após autorização judicial em cautelar representada pela autoridade policial gaúcha, as investigações que se seguiram demonstraram a existência de uma espécie de consórcio e ‘aliança’ envolvendo dois dos principais grupos de narcotráfico do Rio Grande do Sul (com origem no Vale dos Sinos) e de Santa Catarina (com origem na Capital catarinense), visando à transação e comércio de substâncias entorpecentes.

Apurou-se que um dos indivíduos, alvo da operação, era responsável pela conexão entre as duas facções que realizavam vultosas negociações de entorpecentes, principalmente Cocaína e Crack. Um dos líderes do alto escalão da facção criminosa de Santa Catarina acabou sendo executado por desafetos de facção rival em setembro de 2023 em Criciúma.

Segundo as investigações, no intervalo de 15 dias, os criminosos movimentaram mais de R$ 5 milhões com a venda de cocaína e crack intermediada entre as células das facções de SC e RS. O dinheiro recebido em espécie era destinado para contas de empresas de fachada para os Estados do Paraná e São Paulo, e também para uma casa de câmbio no Estado de SC, alvo de execução de mandado de busca nesta manhã pelos policiais civis gaúchos e catarinenses.

De acordo com o que se pode apurar no decorrer das diligências investigativas, um dos principais alvos da ofensiva policial deflagrada (um traficante português naturalizado brasileiro), fazia a comercialização de drogas em seu perfil nas redes sociais, e com os lucros obtidos com a mercancia das drogas sustentava verdadeira vida de luxo.

Alguns dos integrantes da associação criminosa que se locupletavam do tráfico de drogas já se encontravam presos no sistema penitenciário, utilizando os lucros para obterem regalias nos estabelecimentos prisionais. Um deles, mesmo recolhido na penitenciária de Rio Grande, negociava a venda da droga conhecida como supermaconha ou “skank” para o grupo criminoso.

As medidas cautelares executadas pelos policiais civis foram expedidas pelo Poder Judiciário Gaúcho (Foro Central de Porto Alegre), após parecer favorável exarado pelo Promotor de Justiça do Ministério Público estadual do RS.

Os investigados presos respondem ao inquérito policial instaurado na 2° DIN/DENARC/RS, que apura delitos de Tráfico de Drogas (artigo 33 da Lei n° 11.343/2006, pena máxima até 15 anos de reclusão); Associação para o Tráfico de Drogas (artigo 35 da Lei n° 11.343/2006 – pena máxima até 10 anos de reclusão); Posse e Porte Ilegal de Munições e Armas de Fogo (artigos 12, 14 e 16 da Lei n° 10.826/03, penas máximas até 12 anos de reclusão); e Comércio Irregular de Arma de Fogo (artigo 17 da Lei n° 10.826/2003).

O Diretor de Investigações do Denarc/RS enfatiza que o Departamento desenvolve continuamente investigações envolvendo as principais facções criminosas que atuam no RS e que são responsáveis pela prática de crimes graves. “A sociedade gaúcha pode ter a certeza de que os criminosos que se dizem organizados serão combatidos arduamente, sendo empregados todos os recursos disponíveis.

O Delegado Carlos Wendt, Diretor Geral do DENARC, destaca a integração entre a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, de São Paulo e do Paraná, e, principalmente, o apoio logístico fornecido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, através da DIOPI, possibilitando a realização dos relevantes trabalhos em nível nacional desta operação.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Sulinfoco
Foto: Divulgação

Associação de proteção veicular de Tubarão é alvo de operação por diversas irregularidades e desvio de quase R$ 10 milhões

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira, 10, a operação “Desprotegidos” para combater a prática de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, sonegação tributária, lavagem de dinheiro e organização criminosa por atuação ilegal em seguros de veículos.

Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão, expedidos pela 7ª Vara Federal de Florianópolis, em endereços residenciais e profissionais dos investigados, sendo um em Blumenau; um em Porto Belo; e oito em Tubarão, onde fica a matriz da entidade investigada.

As investigações tiveram início em 2023 a partir do recebimento de representação fiscal encaminhada pela Receita Federal à PF.

As investigações apontaram que a empresa representada não possuía autorização da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) para a comercialização de apólices de seguro e, portanto, explorava ilegalmente o mercado sob a denominação de “associação de proteção veicular”.

Os responsáveis pela administração da associação, além de não possuírem autorização do órgão competente para atuação no mercado de seguros, também são investigados por desvios e apropriação de dinheiro da pessoa jurídica.

Além das ordens de busca e apreensão, a Justiça Federal também determinou o bloqueio de bens (arresto) contra as pessoas físicas e jurídicas envolvidas, no montante que pode chegar a até R$ 9,5 milhões.
Pelos crimes, os investigados estão sujeitos a uma pena de até 33 anos de reclusão.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Sulinfoco
Foto: Divulgação

DNIT registra novo deslizamento na Serra da Rocinha nesta quarta-feira

O trânsito já estava totalmente interditado na rodovia.

Nesta quarta-feira, dia 10 de abril, o DNIT registrou um novo deslizamento na BR-285/SC, na Serra da Rocinha, em Timbé do Sul. O escorregamento de um grande volume de terra e pedras aconteceu durante os trabalhos de contenções complementares e deixou apenas danos materiais. O trânsito já estava totalmente interditado na rodovia, dada a instabilidade apresentada pelo maciço da Serra da Rocinha.

Nos próximos dias, as equipes seguirão trabalhando na limpeza das pistas, além de projetos e execução de novas contenções de encostas a fim de recuperar a trafegabilidade da BR-285/SC. Conforme o DNIT, a obra continua, mas sempre prezando, em primeiro lugar, pela segurança de trabalhadores e usuários.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Engeplus
Foto: Divulgação DNIT

Minha Casa Minha Vida dará moradia a 440 mil pessoas na área rural

Comunidades quilombolas e indígenas serão selecionadas.

O governo federal destinará R$ 11,6 bilhões para a construção de 112,5 mil moradias, no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) nas modalidades Rural e Entidades. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (10) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o Planalto, o total de unidades selecionadas supera em mais de 140% a meta inicial prevista pelo Ministério das Cidades. O programa dará teto a 440 mil pessoas em áreas rurais e urbanas. Muitas delas localizadas em comunidades tradicionais como quilombolas e povos indígenas; e famílias organizadas pelos movimentos de luta por moradia.

O MCMV Rural selecionou e habilitou para atuar no programa 2.105 de propostas de 1.137 de entidades organizadoras ligadas aos movimentos de luta por moradia, bem como organizações de representação de agricultores e trabalhadores rurais, além de entes públicos locais. Já para o MCMV Entidades, foram 443 propostas de 206 entidades organizadoras.

Os grupos mais vulneráveis, como mulheres chefes de família, famílias de áreas de risco, terão prioridades. O Planalto informa que o prazo de contratação das propostas selecionadas será de 180 dias, contados a partir da data de publicação da portaria, mas que poderá ser prorrogado pelo Ministério das Cidades.

A ampliação da meta se deve ao grande volume de propostas apresentadas, bem como à meta do presidente Lula de contratar 2 milhões de novas moradias até 2026. Na avaliação do governo, há uma demanda represada após a interrupção do MCMV nos últimos anos.

Ao discursar durante o anúncio desses números, Lula lembrou de algumas situações problemáticas que teve nos anos iniciais do programa, em especial devido algumas entregas de imóveis de baixa qualidade, motivo pelo qual buscou dar cada vez mais qualidade às habitações construídas pelo programa.

“Tive muito problema com o MCMV. Nem tudo é a maravilha que é hoje. Quando fui inaugurar umas casas em João Monlevade, [em Minas Gerais], minha vontade era a de pegar um cara do governo de lá, que cuidou daquela casa, e jogar na parede, de tanta falta de respeito com o povo pobre, na construção daquela casa”, disse o presidente.

“Foi ali que descobri que uma parte das pessoas não tem a menor noção de que pobre gosta de coisas boas. A casa não tinha nem quintal. Eu fiquei revoltado. Não é possível fazer casa sem varanda ou apartamento sem espaço para a pessoa sair para respirar e ver a lua cheia”, acrescentou.

O presidente explicou que este foi exatamente o motivo de se precisar de um prazo maior para o anúncio de hoje. “Não havia projeto na prateleira, com varanda ou sacada. Por isso exigi casas com varanda e que tenha sacada no apartamento. É preciso que as pessoas tenham um espaço de liberdade. Não custa caro fazer um metro e meio de varanda”.

MCMV Entidades

Segundo o ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho, as unidades construídas por meio do MCMV Entidades têm apresentado qualidade bastante superior, na comparação com as feitas por empresas construtoras.

“Pude constatar em cada uma das inaugurações do MCMV Entidades que as casas são maiores, os equipamentos são melhores. Elas têm até elevadores. Sou testemunha disso e tenho falado com cada um dos movimentos sobre a qualidade superior que é a construção, quando feita pelas entidades”, disse o ministro. “Sem nenhum preconceito com as construtoras, mas é um reconhecimento que eu faço: o Minha Casa Minha Vida Entidades feito por vocês são melhores”.

Lula aproveitou a fala de Barbalho para lembrar que, no início do programa, havia, até mesmo dentro das equipes de governo, muita dúvida sobre se essa modalidade do programa seria bem-sucedida.

“Fiquei orgulhoso quando ouvi o Jader dizer que as entidades fazem casa melhor do que os empresários. Quando o cara faz [a própria casa], ele está construindo para ele. Não é alguém que tá fazendo para vender e acabou”, disse o presidente.

“De vez em quando aparece uma denúncia de corrupção em uma cooperativa de trabalhador. Essa denúncia é em geral feita para desacreditar o povo. Para não dar a ele o direito de fazer, sob o argumento de que ele não sabe lidar com dinheiro, e que quem sabe lidar com dinheiro é apenas o rico”, acrescentou.

O presidente antecipou que deverá ampliar o público-alvo beneficiado pelo MCMV. “Estou preocupado com as pessoas que ganham acima de dois ou três salários mínimos. Eles também são trabalhadores. Ganham R$ 4 ou R$ 5 mil e não têm casa. A gente faz casa para pobre e o rico tem financiamento. Mas não tem casa para quem ganha R$ 7 mil”, disse.

“Por isso vamos lançar na semana que vem um programa de crédito habitacional para essas pessoas. E precisamos também criar um programa de reforma de casa”, informou.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília
Foto: Fabio Rodrigues

BN inicia licenciamento ambiental do Cemitério Municipal

Nos últimos anos, os cemitérios têm gerado preocupação por seu potencial poluidor, principalmente junto ao solo e às águas subterrâneas.

O Cemitério Municipal de Braço do Norte, no bairro Rio Bonito, com o passar dos anos, fez-se necessário sua expansão.

Tendo em vista este problema e com intuito de mitigar qualquer eventual impacto desta atividade, a Prefeitura Municipal de Braço do Norte começou, recentemente, o processo de regularização ambiental, iniciada com o licenciamento ambiental da atividade.

A ordem de serviço para o início das obras foi dada no gabinete, na quinta-feira, 04, e o investimento é de R$ 150 mil. Todo o trâmite será acompanhado pela Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Econômico.

O licenciamento ambiental, que será feito pela Aquabona Assessoria Ambiental e Segurança, serve para assegurar a preservação de recursos de água com monitoramento constante do lençol freático, além de garantir que não haja contaminação ambiental do solo, certificando a segurança da saúde humana e do meio ambiente.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte e Foto: Comunicação Administração Municipal de Braço do Norte

PLANTA DA SEMANA: EMBAÚBA, UMBAÚBA,

NOMES POPULARES: EMBAÚBA, UMBAÚBA,ARVORE-DO-BICHO-DA-PREGUIÇA, PAU-DE-TAMANCO, PAU-CAIXETA, TORÉM, ARVORE-DA-FORMIGA

N. Científico: Cecropia glaziovii
F. Botânica: Cecropiaceae

VAMOS TRABALHAR PLANTAS, CHÁS, PARA HIPERTENSÃO
Temos expontânea essa linda árvore expontânea nos nossos ambientes naturais, que faz parte de minhas brincadeiras de crianças.

PLANTA DE USO TRADICIONAL COMO DIURÉTICA, CALMANTE, BRONQUITE, DIABETE

Sabemos que diminuir o estresse, reduzir o consumo de sal, fazer exercício físicos, tomar bastante água, ajuda em muito o controle da pressão arterial, hipertensão é uma doença seria, que precisa de orientação médica, não deixe de consultar seu médico.
Temos muitas plantas com ação diuréticas, que diminui a retenção líquida, baixando a pressão, também é muito bom para baixar a pressão alta, as plantas da circulação sanguínea e as plantas do nervosismo e ansiedade.

Árvore do bicho da preguiça, embaúba, pode chegar a mais de 20m de altura, seus troncos é de uma madeira bem leve, usada na marcenaria, depois dos troncos estar seco, é oca por dentro, eu morando na beira da lagoa, amarrava os troncos um no lado do outros, e com lençol velho da casa de minha mãe fazia jangada para brincar na lagoa, os pescadores fazem estivas com o tronco para puxar as canoas para os ranchos, são as árvores preferidas do bicho da preguiça em algumas regiões brasileiras, penduram em seus galhos para relaxar, e aproveitam seus brotos novos e frutos para uma boa refeição calmante, árvore da formiga pois no ovo do troço tem uma seiva foce que as formigas adoram comer.

USOS TRADICIONAL

Usada folhas sem o talo e brotos novos.
Planta bem comum no Brasil, mas podemos encontrar as folhas desidratadas em casas que vende chás e algumas farmácias de manipulação, para hipertensão e diabete o chá por infusão, na dose de uma colher de sopa da folha três vezes ao dia, essa mesma receita serve para afecções respiratória, para bronquite, tosse e asma, mas no uso popular faz parte da composição de xaropes, tem ação expectorante, ajudando a soltar os catarros, tem ação espasmódico, sedante, sobre o sistema nervoso, afecçoes cutâneas e ajuda na cicatrização de feridas, emenagoga, banhos íntimos para corrimento vaginal, tratamento de diabetes é usado mais o fruto.

OUTRAS PLANTAS PARA HIPERTENSÃO

Plantas diuréticas, temos a 01- salsa (Petroselinum crispim), o uso da raiz aumenta o efeito diurético 02- Cabelo de milho orgânico (Zea maus) 03- Quebra pedra (Phyllanthus niruri) 04- Folhas da oliveira (Olea europaea) 05- Chapéu de couro (Echinodorus grandiflorus).
Plantas da circulação sanguínea, 01- Ginkgo (Ginkgo biloba), umas das mais usadas a nível mundial 02- Alho (Allium sativus) 03- Sete sangria (Cuphea carthagenensis), expontânea em nossos ambientes 04- Castanha da Índia (Aesculus hippocastanum), essa só em farmácias 05- centela asiática (Centella asiatica), espontânea em nossos ambientes naturais.

Plantas para acalmar o sistema nervoso 01- Melissa ou cidreira (Melissa officinalis), um dos remédios mais antigo de farmácia, água de melissa, calmante suave 02- Maracujá (Passiflora alata), maracujá doce, maracujá de mesa 03- Valeriana (Valeriana officinalis), muita usada em todo o mundo 04- Salva de vara ou salva da gripe (Lippia alba), a que tem um cheiro cítrico de limão é calmante, aparece em todos os jardins medicinais 05- Camomila (Matricaria Chamomilla), fácil de encontrar, aí vimos as plantas para hipertensão, cuidado no uso de plantas medicinais, consulte sempre seu médico.

MUSICOTERAPIA: vamos conhecer mais uma das 29 PICS (Prática Integrativa, Complementar em Saúde ), que está no SUS e seu centro de saúde pode está oferecendo essa terapia, penso que todos nós temos certeza que a música faz bem para o físico e saúde mental, é uma prática individual ou em grupo, que utiliza a música e seus elementos, som, ritmo, melodia e harmonia, proporcionando diversos benefícios relevante para o corpo físico, emocional, mental, espiritual, social, cognitivo para do indivíduo ou grupo, procure um profissional da área para maiores informações.

 

Por: Alésio dos Passos Santos = Professor, palestrante
Cultivador de Plantas Medicinais e PANCs.
P. Alimentícias Não Convencionais

Plantas Medicinais e Fitoterápicos = Coluna Semanal onde 
suas notícias, e opiniões são de total responsabilidade
de seu idealizador.
Sem interferência do Portal Voz Livre.

Moraes nega pedido para isentar X no Brasil de ordens judiciais

Empresa solicitou que sede internacional responda por processos.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta terça-feira (9) pedido da rede social X, antigo Twitter, de isentar sua representação brasileira de ser afetada por decisões judiciais tomadas no Brasil. A empresa queria que somente a sede internacional respondesse em possíveis processos.

Moraes rejeitou o pedido após a filial brasileira do X alegar que não tem comando sobre as operações da rede social. Segundo o escritório de advocacia que representa a rede no Brasil, a parte brasileira da empresa opera somente com a comercialização de publicidade e monetização de usuários.

Na decisão, o ministro afirmou que a empresa busca “imunidade jurisdicional” para não ser atingida por decisões da Justiça brasileira.

“A empresa requerente busca uma verdadeira cláusula de imunidade jurisdicional, para a qual não há qualquer previsão na ordem jurídica nacional. Pelo contrário: o fato de que uma das chamadas operadoras internacionais compõe o seu quadro social sugere um abuso da personalidade jurídica, pois poderia optar por não atender às determinações da Justiça brasileira sem sofrer qualquer consequência, encoberta por sua representante no Brasil”, afirmou.

No último final de semana, Moraes abriu um inquérito para investigar o empresário Elon Musk, dono da rede social. Em postagens publicadas na plataforma, Musk criticou o ministro Alexandre de Moraes e a Corte, além de sugerir que iria desobedecer ordens judiciais contra a plataforma.

O ministro também complementou que os administradores da filial brasileira podem ser responsabilizados por eventuais condutas de obstrução de Justiça e desobediência de ordens judiciais.

Moraes considerou ainda que o pedido para restringir eventuais punições “beira a litigância de má-fé”.

“Diante do exposto, não havendo dúvidas da plena e integral responsabilidade jurídica civil e administrativa da X Brasil Internet, bem como de seus representantes legais, inclusive no tocante a eventual responsabilidade penal, perante a Justiça brasileira, indefiro o pedido”, completou.

Entenda o caso

No último sábado (6), o bilionário Elon Musk, dono da rede social X e da fabricante de veículos elétricos Tesla, iniciou uma série de postagens criticando o ministro Alexandre de Moraes e o STF.

Ele usou o espaço para comentários do perfil do próprio Moraes no X para atacá-lo. Em uma mensagem de 11 de janeiro, postada por Moraes para parabenizar o ministro aposentado do STF Ricardo Lewandowski por assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Musk questionou: “Por que você exige tanta censura no Brasil?”.

Em outra postagem, ainda no sábado, Musk prometeu “levantar” [desobedecer] todas as restrições judiciais, alegando que Moraes ameaçou prender funcionários do X no Brasil. No domingo, dia 7, Musk acusou Moraes de trair “descarada e repetidamente a Constituição e o povo brasileiro”. Sustentando que as exigências de Moraes violam a própria legislação brasileira, Musk defendeu que o ministro renuncie ou seja destituído do cargo. Pouco depois, ele recomendou aos internautas brasileiros utilizarem uma rede privada virtual (VPN, do inglês Virtual Private Network) para acessar todos os recursos da plataforma bloqueados no Brasil.

No próprio domingo, o ministro Alexandre de Moraes determinou a inclusão do multibilionário entre os investigados do chamado Inquérito das Milícias Digitais (Inq. 4.874), que apura a atuação criminosa de grupos suspeitos de disseminar notícias falsas em redes sociais para influenciar processos políticos.

Na mesma decisão, Moraes ordenou a instauração de um “inquérito por prevenção” para apurar as condutas de Musk.

Após os ataques de Musk, lideranças governistas do Congresso Nacional voltaram a defender a necessidade de se aprovar a regulação das plataformas digitais no Brasil. Por outro lado, líderes da oposição saíram em defesa do dono da plataforma X, reforçando tese de censura e de violação da liberdade de expressão.

Para juristas ouvidas pela Agência Brasil, a decisão de Moraes está fundamentada em um contexto de ameaças às instituições.

 

Por: Portal Voz Livre
Fonte: André Richter – Repórter da Agência Brasil – Brasília
Foto: Divulgação

Suspeito de série de estupros em SC é preso por abusar de crianças há pelo menos 25 anos

Uma das vítimas é a própria filha do investigado, além de outras familiares. Homem foi encaminhado ao Presídio Regional de Rio do Sul.

Um homem de 55 anos foi preso em Vidal Ramos, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, suspeito de violência sexual contra cinco meninas, incluindo sua própria filha e outras pessoas da família. Segundo a Polícia Civil, os crimes teriam ocorrido há pelo menos 25 anos.

A prisão ocorreu na sexta-feira (5) e foi divulgada pelas autoridades na segunda (8). Além das vítimas menores de idade, o suspeito foi denunciado pela própria nora por assédio.

Ele foi preso preventivamente e encaminhado ao Presídio Regional de Rio do Sul. O nome dele não foi divulgado, por isso a reportagem não localizou a defesa.

As investigações sobre os crimes seguem e tiveram início a partir de uma apuração da delegacia de Itapema, no Litoral Norte, que busca mais detalhes sobre a violência sexual cometida pelo suspeito contra uma criança de 7 anos.

Em novembro de 2023, a polícia descobriu que a própria filha do homem relatou à mãe que, em 2019, também em Itapema, quando tinha 11 anos, foi abusada sexualmente pelo pai enquanto dormia. Ela demorou a relatar o caso porque teria sido ameaçada por ele.

Após familiares tomarem conhecimento do caso, outras vítimas relataram os abusos. A primeira a ser ouvida pela polícia afirmou que durante a década de 2000, em Bombinhas e Itapema, entre os 7 e 11 anos, foi abusada várias vezes pelo suspeito. Ela também teria sido ameaçada.

Outra vítima relatou que há 30 anos, quando tinha 12 anos, em Balneário Camboriú, teve seus seios acariciados pelo suspeito. Uma familiar relatou à polícia que em 1998, quando tinha 14 anos, em Bombinhas, foi abusada pelo suspeito em quatro ocasiões.

 

Por: Portal Voz Livre
Colaboração: Sulinfoco
Foto: Portal Voz Livre