Aluno mata coordenador de escola a tiros após discussão, em Valparaíso de Goiás, diz polícia

De acordo com o delegado Rafael Abrão, o estudante disparou duas vezes e fugiu em seguida.

Um aluno de 17 anos matou a tiros o coordenador da Escola Estadual Céu Azul, em Valparaíso de Goiás, após uma discussão. De acordo com o delegado Rafael Abrão, o estudante disparou duas vezes e fugiu em seguida. Por telefone, o diretor da instituição confirmou o caso à TV Anhanguera e se disse muito abalado.

“Estou no local neste momento levantando as informações, mas o que conseguimos saber inicialmente é que ele teria 17 anos e discutiu mais cedo com uma professora. O coordenador disse que ia transferir ele, mas o aluno disse que isso não ia ficar assim. À tarde ele voltou com um revólver e deu dois tiros no coordenador”, disse o delegado.

Uma aluna do 1º ano disse ao G1 que o estudante teria atirado como represália ao fato de ter levado uma suspensão do coordenador. Ela também disse que ouviu quatro disparos e que um deles teria acertado um professor de educação física nas costas. A reportagem tenta contato com o Corpo de Bombeiros e o Samu para saber sobre possíveis feridos.

“Todo mundo pensou que o barulho era cadeira batendo na parede. Aí chegou um monte de gente falando para sair correndo que era tiro”, disse a garota.

Em nota, a Polícia Civil informou que o suspeito já foi identificado. Ele não havia sido apreendido até as 16h35.

“Segundo informações preliminares, o professor e o aluno tiveram uma discussão pela manhã. O aluno voltou na escola no período vespertino e efetuou dois disparos contra o professor na sala dos professores”, diz a Polícia Civil em nota.

O Instituto Médico Legal (IML) informou que, até 17h, não havia sido acionado. A reportagem também procurou a Secretaria Estadual de Educação para comentar o caso, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.

Por: José Luiz Madeira | Voz Livre                                                                                Fonte: G1